sexta-feira, 23 de julho de 2010

Desiderata *Pequenos textos, grandes significados



Desiderata(do latim, desideratu: Aquilo Que Se Deseja, Aspirações)

By Ehrmann Max 1926

O filósofo, poeta e advogado norte-americano, Max Ehrmann (Terre Haute, Indiana, EU, 1872-1945) é descendente de imigrantes alemães originários da Baviera. O jovem Erhmann estudou na Terre Haute Fourth District School, em seguida, dedicou-se aos estudos de Filosofia e Direito na Universidade de Harvard, onde também foi editor da revista The Rainbow. Quando ainda estava em Harvard, publicou o seu primeiro livro, A Farrago, em 1898.

Sobre a vida e o trabalho de Ehrmann, foram escritos dois importantes livros: Max Ehrmann: "A Poet's Life", de autoria de sua esposa Bertha K. Ehrmann; e "Max Ehrmann, A Centennial Tribute", de Richard Dowell.

Bibliografia de Max Ehrmann: A Farrago, de 1898; antes de 1938: A Fearsome Riddle; A Prayer and Selections; Breaking home Ties; The Poems of Max Ehrmann; A Passion Play; The Wife of Marobuis; David and Bathsheba; Scarlet Women; Book of Farces; The Bank Robbery; The Plumber.

Mas, Ehrmann ficou famoso por seu poema em prosa ‘Desiderata’, que foi publicado por sua mulher, Bertha K. Ehrmann, no livro “The Poems of Max Ehrmann” de 1948.

Foi dito que o poema Desiderata, foi inspirado e incentivado pelo que Ehrmann descreveu em seu diário: "Eu deveria deixar um presente humilde - um pedaço de prosa - que pudesse alcançar os sentimentos mais dignos".

O poema em prosa:




















Desiderata
Siga tranqüilamente entre a inquietude e a pressa, lembrando-se de que há sempre paz no silêncio.

Tanto quanto possível sem humilhar-se, mantenha-se em harmonia com todos que o cercam.

Fale a sua verdade, clara e mansamente.
Escute a verdade dos outros, pois eles também têm a sua própria história.

Evite as pessoas agitadas e agressivas: elas afligem nosso espírito.

Não se compare aos demais, olhando as pessoas como superiores ou inferiores a você: isso o tornaria superficial e amargo.

Viva intensamente os seus ideais e o que você já conseguiu realizar.

Mantenha o interesse no seu trabalho, por mais humilde que seja ele, é um verdadeiro tesouro na contínua mudança dos tempos.

Seja prudente em tudo o que fizer, porque o mundo está cheio de armadilhas. Mas não fique cego para o bem que sempre existe.

Em toda parte, a vida está cheia de heroísmo. Seja você mesmo. Sobretudo, não simule afeição e não transforme o amor numa brincadeira, pois, no meio de tanta aridez, ele é perene como a relva.

Aceite, com carinho, o conselho dos mais velhos e seja compreensivo com os impulsos inovadores da juventude.

Cultive a força do espírito e você estará preparado para enfrentar as surpresas da sorte adversa.

Não se desespere com perigos imaginários: muitos temores têm sua origem no cansaço e na solidão.

Ao lado de uma sadia disciplina conserve, para consigo mesmo, uma imensa bondade – ou, seja gentil com você mesmo.

Você é filho do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui e, mesmo se você não pode perceber, a terra e o universo seguem cumprindo o seu destino.

Procure, pois, estar em paz com Deus, seja qual for o nome que você lhe der.

No meio do seu trabalho e nas aspirações, nos ruídos e confusões na jornada pela vida, conserve, no mais profundo do seu ser, a harmonia e a paz.

Acima de toda mesquinhez, falsidade e desengano, o mundo ainda é bonito.

Caminhe com cuidado, faça tudo para ser feliz, e partilhe com os outros a sua felicidade.







Pequenos textos,
grandes significados

2 comentários:

  1. tenho entendido que este poema esta escrito na igreja de Saint Paul , baltimore e fooi escrito no ano ou datado em 1692

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. Veja mais aqui:
      http://en.wikipedia.org/wiki/Desiderata

      Por volta do ano 1959, o Reverendo Frederick Kates, pároco da igreja de Saint Paul, em Baltimore, Maryland, incluiu Desiderata em uma compilação de materiais devocionais para sua congregação. A compilação inclui data fundamental da igreja: ". Igreja Velha de São Paulo, Baltimore AD 1692" A data de autoria do texto é amplamente confundido como 1692, o ano de fundação da igreja.

      Excluir